NOTÍCIAS

Selecionamos as principais notícias do mercado empresarial, seja no Brasil ou no exterior, para que você fique por dentro do que está acontecendo. Acompanhe, diariamente, aqui em nossa página.

Panorama do ecommerce no Brasil

No Brasil, mais de 20 milhões de pessoas acessaram uma loja online em 2009, um número de expressão, mesmo levando em conta que dos 21 somente 12 milhões efetuaram uma compra (muitos ainda utilizam sites de loja para fazerem pesquisas de preços). E por que isso? De acordo com uma pesquisa feita pelo Datapopular mostrou que 61% dos internautas de baixa renda costumam conferir os produtos em lojas físicas antes de fechar a transação pela internet, ou tem medo de cometerem um erro no momento da compra e não encontram garantias nos varejistas virtuais atualmente, que façam eles transitarem da compra em loja física para a virtual. A insegurança ainda é um obstáculo que o e-commerce esbarra quando se trata do brasileiro de menor poder aquisitivo. Mesmo assim o Brasil é o segundo país com maior índice de preocupação com transações financeiras online, ficando atrás apenas da Alemanha, e a frente de grandes potências econômicas como o USA em estudo foi feito pela Unisys. Em uma escala de 0 a 300, onde 0 representa a não preocupação com a segurança e 300 preocupação elevada, o Brasil obteve 146 pontos (Alemanha ficou com 156 e o México, terceiro lugar, com 141).

No final de 2010, houve um recorde na vendas de produtos online, mais de 35% de crescimento em relação ao ano anterior.

De acordo com estudo realizado pela BigData Corp a pedido do PayPal, o Brasil superou a marca de 600 mil sites de e-commerce em 2016. Também nesse ano, o faturamento do comércio eletrônico no Brasil chegou a R$ 44,4 bilhões, um aumento de de 7,4% em comparação com 2015.

A legislação adotada no brasil prevê artigo 9º, §2º, da lei de introdução às normas do direito brasileiro que a obrigação resultante do contrato reputa-se constituída no lugar em que residir o proponente desta, isto é, torna-se aplicável a lei estrangeira, do país fornecedor do produto ou serviço. Esse entendimento ocorre para q não haja desestimulação do e-commerce no nosso país,porém ainda na lei de introdução às normas do direito brasileiro o artigo 17 prevê que as leis, atos e sentenças de outro país, bem como quaisquer declarações de vontade, não terão eficácia no Brasil, quando ofenderem a soberania nacional, a ordem pública e os bons costumes. Com o objetivo de proteger o consumidor brasileiro.

Compartilhar

Veja também

História do comércio eletrônico ou ecommerce

O significado de Marketing do Comércio Eletrônico (MCE) vem mudando ao longo dos últimos 30 anos. Originalmente, CE significava a facilitação de transaçõ...

Veja também

História do comércio eletrônico ou ecommerce

O significado de Marketing do Comércio Eletrônico (MCE) vem mudando ao longo dos últimos 30 anos. Originalmente, CE significava a facilitação de transaçõ...

Por que ter uma boa presença online?

A popularização da internet fez com que ela se tornasse uma ferramenta essencial para se conectar com seu público. Mesmo quando se usam meios offline de comunicação,...

Guardamos estatísticas de visitas para garantir a melhor experiência em nosso site.

Ao continuar a navegação, você concorda com nossa política de privacidade. CONCORDAR E FECHAR